Challenger

Nome científico:
Isaria fumosorosea (CEPA ESALQ 1296) Registro no MAPA 28617
Nome comum:
Fungo entomopatogênico (Inseticida microbiológico)

Utilizar para

Utilizar para

Quando utilizar o Challenger

Usar Challenger para controle do psilídeo do citros (Diaphorina Citri). O monitoramento com armadilhas é essencial para identificar a transição do inseto na lavoura. Além disso, as brotações podem ser um hospedeiro para o desenvolvimento de ninfas. As pulverizações devem ser realizadas com a presença da praga durante as brotações e também rotacionado durante todo o ano com as pulverizações de defensivo químico. O fungo atua sobre diferentes estágios de desenvolvimento dos hospedeiros, como larvas ou ninfas, pupas e adultos. Por se tratar de um produto biológico, as pulverizações com o Challenger poderão  ser realizadas próximas ao período de colheita.

Como funciona

Como funciona

Como o Challenger funciona?

Os conídios do fungo entomopatogênico Isaria fumosorosea, após a pulverização e depositados sobre o alvo, aderem-se ao tegumento do inseto e em condições ideais de temperatura e umidade relativa do ar, iniciam seu processo de germinação produzindo um complexo de enzimas que atuam na degradação do tegumento do inseto, permitindo com que o fungo penetre em seu hospedeiro. Uma vez no interior do inseto o fungo continua seu processo de desenvolvimento onde também continua a liberar de enzimas e metabólitos que acabam levando o inseto a morte. Logo em seguida o fungo inicia o processo de extrusão, colonizando desta vez a parte externa do inseto, onde comumente o inseto fica recoberto com uma fina e pulverulenta camada de conídios de tom rosáceo, confirmando assim a morte do inseto pelo fungo Isaria fumosorosea. Tanto ninfas quanto adultos são susceptíveis a ação do fungo. A cepa ESALQ 1296 do fungo entomopatogênico Isaria fumosorosea foi especialmente selecionada e avaliada para controle do psilídeo Diaphorina citri.

Instruções de uso

Instruções de uso

Aplicação

Psilídeo - A aplicação pode ser feita através dos implementos de pulverização que já vem sendo utilizados comumente pelos citricultores como por exemplo, o turbo pulverizador, mantendo os devidos cuidados em relação ao volume de calda garantindo assim uma boa deposição e cobertura de folhas e ramos e consequentemente sobre o corpo do inseto, o psilídeo, Diaphorina citri.

Melhores condições de aplicação para Challenger

Aplicar o produto preferencialmente no final da tarde ou em dias nublados, com temperatura entre 25 e 35oC e umidade relativa do ar mínima de 60%.

Efeitos adversos

Os pesticidas podem ter efeitos (in)diretos para os inimigos naturais. Descubra quais produtos químicos são compatíveis de maneira simples.

Ir para o banco de dados de efeitos colaterais

Manuseio do produto

Manuseio do produto

Manuseio do Challenger

O produto deve ser armazenado por 180 dias sob refrigeração entre 4°C e 10°C

Downloads

Aplicam-se as condições gerais da Koppert (Koppert B.V. e/ou de suas empresas afiliadas). Utilize apenas produtos permitidos no seu país/estado e para a sua cultura. Verifique os requisitos de registro locais. A Koppert não se responsabiliza pelo uso não autorizado. A Koppert não se responsabiliza pela perda de qualidade se o produto for armazenado por mais tempo que o recomendado e/ou sob condições incorretas.

Compatibilidade Koppert

Selecione um dos produtos Koppert e outro produto para ver a compatibilidade.

Escolha Um Produto Koppert
  • Boneville
  • Boveril
  • Boveril Evo
  • Caravan
  • Challenger
  • Chevelle
  • Diplomata
  • Galloi Bug
  • Metarril
  • Octane
  • Pretio Bug
  • Spical
  • Trianum
  • Trichodermil
  • Veraneio
Escolha Um Produto A Comparar
    Compatível
    Moderadamente Compatível
    Incompatível
    Precisa de ajuda?
    Atenção:

    Você está no site Koppert do Brasil.
    O conteúdo deste site é destinado a agricultores e demais profissionais do setor agrícola.