Tetranychus urticae

Ácaro rajado

Geral

O ácaro rajado (Tetranychus urticae) é uma das principais pragas das plantas cultivadas ao redor do mundo e ataca mais de 150 tipos de cultivo. No Brasil, podemos destacar sua presença em Arachis hypogaea (amendoim), Solanum tuberosum (batata), Solanum melongena (berinjela), Brassica oleracea (couve), Pisum sativum (ervilha), Helianthus annuus (girassol), Carica papaya (mamão), Ricinus communis (mamona), Manihot esculenta (mandioca), Mangifera indica (manga), Cucumis melo (melão), Zea mays (milho), Prunus persica (pêssego), Cucumis sativus (pepino), Raphanus sativus (rabanete), Glycine max (soja), Solanum lycopersicum (tomate), Averrhoa carambola (carambola), Chrysanthemum sp. (crisântemo), Capsicum sp. (pimenta), Gossypium hirsutum (algodão), Rosa sp. (rosa), Citrullus lanatus (melancia), Malus domestica (maçã), Phaseolus vulgaris (feijão), Musa sp. (banana), Fragaria sp. (morango). No morangueiro, por exemplo, quando não controlado de forma correta, pode reduzir a produção de frutos em até 80%, e quando em altas densidades, tem poder, inclusive, para abreviar o ciclo da cultura.

Ciclo de vida do Ácaro-rajado (Tetranychus urticae)

Play

Os ovos são esféricos, macios, esbranquiçados e translúcidos após a postura, e menores que 0,1 mm de diâmetro. A larva tem tamanho reduzido variando de incolor a amarelada e possui três pares de pernas. Já a ninfa possui oito pares de pernas. Os adultos possuem cor amarelada com duas manchas verde-escuras, uma em cada lado do dorso. As fêmeas possuem 0,5 mm de comprimento, sendo os machos menores (0,3 mm) e mais delgados. Seu ciclo de vida se completa em 14 dias e é favorecido por temperaturas altas e tempo seco. Possui alta capacidade reprodutiva, onde as fêmeas colocam até 100 ovos, cerca de 10 por dia.

Como controlar o Ácaro rajado?

Atenção:

Você está no site Koppert do Brasil.
O conteúdo deste site é destinado a agricultores e demais profissionais do setor agrícola.