Live aborda as perspectivas do controle biológico no Brasil

Notícias 17 agosto 2021

Durante o evento online será lançado o livro Controle Biológico com Parasitoides e Predadores na Agricultura

 

A Koppert e a Fealq (Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz) promovem, no dia 24 de agosto, das 16h às 17h, a live Controle Biológico no Brasil e suas Perspectivas. A apresentação será feita pelo Prof. Dr. José Roberto Postali Parra (Esalq/USP) e Profa. Dra. Regiane Cristina de Oliveira (FCA/Unesp), com mediação de Renata Morelli, vice-diretora do SparcBio (São Paulo Advanced Research Center for Biological Control).

Segundo Parra, o Brasil detém a liderança mundial e o domínio da tecnologia em controle biológico para grandes culturas e áreas, em clima tropical, e tem um potencial enorme de crescimento. “Enquanto no mundo o controle biológico avança de 10% a 15% ao ano, no Brasil esse avanço pode chegar ao dobro”, explica.

O professor, considerado um dos maiores especialistas em controle biológico no mundo, indica que chegamos ao futuro da agricultura com a adoção de ferramentas digitais e biotecnologia. “O controle biológico se profissionalizou no Brasil com empresas idôneas e produtos de qualidade à disposição do agricultor. Não há mais espaço para amadorismo. O manejo integrado de pragas (MIP) já é uma realidade depois de 40 anos que iniciamos os primeiros estudos de agentes biológicos no Brasil.”

Durante a live, esse e outros aspectos como os mitos que envolvem o controle biológico e as melhores formas de manejo serão abordados pelos especialistas. Ao final, haverá espaço para perguntas e interação do público.

O evento  é gratuito e será transmitido pelo Zoom - https://zoom.us/j/91244772851?pwd=U2Q5a0pNaTYwR1A5QVFuQVl6c3RCdz09

Livro

Editado pelos professores Parra, Regiane, Alexandre de Sene Pinto, Dori Edson Nava e Alexandre José Ferreira Diniz, o livro Controle Biológico com Parasitoides e Predadores na Agricultura será lançado na live. A publicação contou com a participação de mais de 45 pesquisadores e descreve o resultado de pesquisas em macrobiológicos dos últimos anos no Brasil. “O livro traz desde capítulos sobre taxonomia, que é a identificação dos inimigos naturais, até a transferência de tecnologia aos agricultores”, ressalta Parra.

Também são relatados os principais casos de sucesso com parasitoides e predadores em diversas culturas e potenciais agentes existentes em nossa rica diversidade, entre outros temas.

Assine nossa newsletter

Receba notícias da Koppert do Brasil na sua caixa de e-mail

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pela Política de privacidade e Termos de serviço da Google.
Rolar para o topo