Koppert passa a fazer parte da Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS)

Notícias 30 março 2020

Koppert passa a fazer parte da Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS)

A Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é reconhecida mundialmente como uma organização que certifica a produção de soja sustentável nas propriedades rurais. O Padrão RTRS de Produção Responsável da Soja garante uma produção da oleaginosa ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável. A organização congrega mais de 200 membros da cadeia de valor da soja do mundo todo e agora conta com a participação da Koppert Biological Systems.

A RTRS tem um papel estratégico em termos de certificação no Brasil, que é um dos maiores

produtores mundiais do grão. “Nesse cenário, nosso desafio é trabalhar para nos consolidarmos como uma mesa redonda e sermos reconhecidos como fórum de diálogo que inclua e integre múltiplos atores, como produtores, indústria, sociedade civil, governo e entidades financeiras com objetivo de trocar experiências, identificar necessidades e construir conjuntamente soluções e ações concretas”, explica Olaf Brugman, presidente da RTRS.

Para o diretor comercial da Koppert do Brasil, Gustavo Herrmann, fazer parte de uma entidade

tão séria e reconhecida é um grande passo para a empresa. “Nos unimos à associação para assumir um papel ativo na tomada de decisões sobre a soja sustentável. Após dois anos de participação ativa e cooperação em várias iniciativas da RTRS, estamos comprometidos em compartilhar seu conhecimento e experiências em tecnologias de controle biológico com

produtores e líderes da indústria.”

Herrmann enfatiza que o objetivo é ser parte ativa da RTRS por meio de diálogo e consenso com a participação em discussões sobre certificações de soja e milho.

Atualmente, a RTRS se posiciona como a única certificação que garante o desmatamento zero na produção de soja responsável.

“Entendemos que o padrão RTRS é uma importante ferramenta para que o produtor tenha maior rentabilidade e expansão dos seus negócios e para que as exportações de soja responsável cresçam em um mercado cada vez mais exigente sobre a qualidade dos produtos que adquire”, finaliza Herrmann.

Assine nossa newsletter

Receba notícias da Koppert do Brasil na sua caixa de e-mail

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pela Política de privacidade e Termos de serviço da Google.
Rolar para o topo